2 de maio de 2015

Clube da Borboleta - Histórias de mães e filhas

Olá pessoal!

O mês das mães começou, e para comemorar, o blog vai ter programação especial.
Sou moderadora de um grupo no face com mais de 11000 mulheres, entre elas, a grande maioria é mamãe, o Clube da Borboleta.
Para comemorar o mês das mães, eu, a Vick Sant anna www.vicknews.com e a Camila Andrade www.blogcamilaandrade.com.br publicaremos histórias de mães do grupo em nossos blogs.
Para começar, a Michele Borges Dias (também moderadora do grupo) enviou sua história contando um pouco de como foi descobrir que seria mamãe, o nascimento e como isso mudou seus planos. 

"Vou contar um pouquinho da minha princesa para vocês.
A gravidez nos pegou de surpresa, estávamos casados há sete anos e não planejávamos ter filhos no momento. Havíamos iniciado os treinamentos para praticar corrida de rua morávamos recentemente em Ribeirão Preto.
Minha menstruação estava atrasada, fiz o teste e acabou acontecendo essa surpresa linda.
Alexandra Maria nasceu no dia 12 de fevereiro de 2014 e foi recepcionada pelo próprio pai, que é pediatra. Foi um momento ímpar em nossas vidas, uma mistura de ansiedade, nervosismo e muita emoção.
“Me preparei muito para aquele momento. Foi uma emoção diferente porque era a minha filha. Por segurança, havia outro pediatra na sala caso eu passasse mal. Mas, deu tudo certo. Foi muito emocionante”, lembra Alexandre.
Acho que no nascimento ele estava mais nervoso do que eu. Eu estava segura porque sei que ele é um excelente profissional. Tinha a certeza que saberia como agir caso necessário. Felizmente Alexandra Maria veio ao mundo chorando e sem intercorrências. Foi o momento mais lindo de nossas vidas.
Hoje ela está com um ano e dois meses, é super ativa, freqüenta natação e psicomotricidade. No período da tarde vai para a escola a qual contribuiu significativamente para o desenvolvimento dela.
Em provas de corrida vai conosco. Compramos um carrinho de bebê específico para corrida e mandamos fazer o uniforme. Ela adora correr com a gente. Só chora quando o carrinho para. Nas corridas de rua, ela é uma atração à parte. Muitos nos filmam e tiram fotos. Sem dúvida é nosso maior tesouro."  
                                                                                                                           Michele Borges Dias 



Mi, adorei sua história, parabéns pelo mês das mães <3

E parabéns a todas as mamães que me acompanham :)
Ser mãe é muito difícil, mas também é a melhor coisa da vida.



Beijos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço é nosso, fique a vontade para comentar, deixar sua sugestão e opinião.